Frutas e barras de cereais são dispositivos de nutrição extremamente funcionais para qualquer tipo de atleta. É ideal saber o que cada um pode oferecer e ter a certeza de uma alimentação saudável e adequada.

As barras de cereais são uma ótima opção para quem enfrenta a correria do dia a dia e quer aproveitar os vários benefícios das fibras, como a redução do colesterol, a melhora do trânsito intestinal, etc. Até mesmo pessoas que estão em dieta para redução de peso as consomem, a fim de terem a saciedade aumentada, já que as barras podem satisfazer a vontade de comer doce, sem colocar a dieta em risco por serem bem menos calóricas.

As barras energéticas e nutricionais podem ser divididas em: barra de cereais fibrosos, energéticas, proteicas, dietéticas e light.

Os cereais são ricos em um nutriente muito necessário na alimentação, que é o carboidrato. Ele fornece energia para as suas necessidades físicas e mentais diárias. As barras contêm cereais integrais, ou seja, que não passaram pelo processo de refinação, preservando assim todos os seus nutrientes, como fibras, vitaminas e minerais.

Porém vale ressaltar que não há substituição para as frutas. Entre elas a composição já difere muito, tanto em vitaminas, como minerais, carboidratos, fitoquímicos (compostos associados a benefícios a saúde), entre outros. As barrinhas de cereal por sua vez, na grande maioria apresentam poucas quantidades de vitaminas e minerais, maior quantidade de carboidratos, adição de conservantes, corantes, entre outros aditivos químicos associados à intoxicação. Os adoçantes são associados a perda de paladar, aumento da absorção de glicose (açúcar), disfunção na tireoide (como o hipotireoidismo), ou  até mesmo favorecendo ao aumento da pressão arterial (como no caso do ciclamato monossódico). A maioria das barras de cereal ainda podem conter leite ou derivados (associados a aumento da inflamação, por conterem a proteína Beta-lactoglobulina, que esta associada a processos alergênicos), além de chocolate ao leite, glúten, entre outros aditivos químicos.  No caso das barrinhas orgânicas, vale destacar que são boas opções de lanche, porém não substituem as frutas, que são ricas em antioxidantes, favorecem ao controle dos oxidantes (reações aumentadas principalmente no estresse). Na banana, por exemplo, temos o triptofano um importante precursor de serotonina.

Para maiores informações, consulte e seu nutricionista.

Fonte:  ANutricionista.Com – Daniela Mendes Tobaja – CRN3 27602 –Nutricionista em Piracicaba.