Engenharia revolucionária do calce, é o que podemos dizer sobre a linha Nike Natural Motion, que tem no Free 4.0 Flyknit uma das melhores opções.

Quando a Nike decidiu criar sua linha Natural Motion, ela buscou informações direto da fonte: Os corredores! Foram entrevistados os maiores atletas de corrida do mundo, e é claro, também foram levadas em consideração, as opiniões de corredores amadores e pessoas de outras áreas.

A concepção Natural Motion, é algo que busca “desfazer” o que o corredor foi programado a “aceitar” durante as últimas décadas, onde os calçados eram construídos com elevadas plataformas, e a pisada acabava sendo mais “mecânica” do que se corrêssemos descalços. Neste novo formato de entressola, o Drop, diferença e altura do calcanhar para parte dianteira é menor, em alguns casos até mesmo é zerado e bem próximo ao solo, para que o corredor possa ter uma sensação mais simples e menos mecanizada. Outro ponto, é a flexibilidade do solado, que foi “picotado”, ou melhor, recortado em diversas partes, para que cada área trabalhe de maneira independente do restante, fornecendo uma passada mais natural.

O desenho da parte superior é altamente tecnológico, e conta com a tecnologia Flyknit, um novo patamar de ajuste do cabedal. Ele foi desenvolvido sem costuras e é ligado diretamente na entressola, sendo bem similar à um par de meias, podendo até mesmo ser utilizado sem este acessório.

FREE 4.0, o que significa este número?

O Free é um dos mais conhecidos e vendidos calçados da Norte Americana Nike. O modelo passou por algumas mudanças ao longo dos anos, e após a inserção da tecnologia Flyknit e o redirecionamento de foco da marca para a linha Natural Motion, ele ganhou muito destaque nas lojas, marketing e consequentemente nos pés dos corredores.

Os números 3.0, 4.0 e 5.0, são referenciais para o tipo de terreno e atleta ao qual o modelo foi produzido. Abaixo a explicação sobre as diferenças:

Free 3.0 – Ultra Minimalista – Modelo voltado para atletas com maior controle mecânico em suas passadas, que gostem de perfil mais próximo ao solo e consequentemente sem tanto amortecimento e peso.

Free 4.0 – Meio Termo – Podemos dizer que é um modelo de transição entre o 5.0 e 3.0. Possui caracteristicas de calçados Minimalistas e também para treinamentos diários, como Vomero e Pegasus (Não fazem parte da linha Natural Motion).

Free 5.0 – Plataforma mais alta – Este é o calçado para inicio no segmento Natural Motion Nike. Com altura maior na região do calcanhar, para que o atleta possa começar sua transição da linha “normal”, para a Natural.

ENTRESSOLA ULTRAFLEX E EM PHYLITE

O Drop de 7,5mm garante um desempenho superior ao atleta, pois terá uma boa absorção, transição e içamento em seus movimentos. Pesar cerca de 210 gramas também é um fator preponderante para que o peso do calçado não afete o rendimento final do corredor.

Como citado, a linha Natural Running está quebrando paradigmas, tirando aquela mecanização da passada, e buscando algo mais próximo do “correr” descalço. Porém, é bom ressaltar que é extremamente contra indicado, você trocar de modelo e segmento da noite para o dia. Se você corre com seu Vomero, Structure, Pegasus, ou qualquer outro modelo, recomendamos que realize uma transição mais demorada e paciente. Primeiro compre o Free 5.0, após uma adaptação de pelo menos 6 meses, e sentindo-se bem com o modelo, passe para o Free 4.0 e após um tempo de uso, chegue até o 3.0, assim seu ciclo será adaptado ao que a marca busca oferecer.

O desenvolvimento com a tecnologia Phylite, garante baixo peso, resiliência elevada e performance superior, principalmente se comparado aos modelos que são desenvolvidos com o E.V.A comum.

 Tecnologia do Tenis - Nike Free Fliknit 4.0